sábado, 31 de agosto de 2013

Ze do Pipo no Senhor dos Aflitos

Grande arraial  e alguma polémica

A comissão de festas apostou forte; Zé do Pipo, cabeça de cartaz do arraial, trouxe muita gente ao Senhor dos Aflitos.


No entanto,  expressões musicais do cantor, como Kumole  e outras, desagradaram a alguns espectadores; acompanhados de crianças e idosos, sentiram-se incomodados  com palavrões que  ultrapassam a brejeirice das músicas de Quim Barreiros.
 
 

Este ano as festas de São Bartolomeu e a do Senhor dos Aflitos foram seguidas, a 24 e 25 de agosto, por imperativos do calendário. 
 



Na missa e na procissão do padroeiro da sede da freguesia é que não estiveram presentes, em grande número, como nas missas dominicais, os fiéis de São Cornélio e Argemil.




Diante do Lar do Senhor dos Aflitos, alguns residentes presenciam a passagem da procissão.
 
 

Devoção cumprida, o regresso a casa, em São Cornélio. Quantos terços já não terá rezado por netos, filhos e pela paz no mundo, esta linda avó, de cabelos brancos e roupa preta!
 
 
 
Falar de festa do Senhor dos Aflitos é falar de emigrantes. Agosto, na terra, é aproveitado para reviver hábitos  que fazem parte da nossa identidade cultural. Em casa da dona Joaquina advinha-se festa rija, com a visita de filhos e respetivas famílias.
 
Cabrito e batatas, assados no forno a lenha.  É assim em todas as casas em dia de festa!
 



Foto tirada pelo Emídio

A componente religiosa é marcada pelas procissões das velas e do Senhor dos Aflitos, até ao santuário, seguidas de missas. 




Para aqueles que encaram a festa apenas pelo lado lúdico, domingo proporcionou-lhes divertimento: leilão, tascas de comes e bebes, baile, arraial e fogo de artifício.

A festa mais esperada terminou em grande, este ano envolvida pela polémica em torno da música de Zé do Pipo. Ordinarice ou brejeirice?
 
 




Procissão do Senhor dos Aflitos
25 de agosto de 2013

Fotos tiradas pela esposa do Emídio e amavelmente cedidas por ele.










 

 



















6 comentários:

Anónimo disse...

Mas que saudades deus meu e ao mesmo tempo me da muita pena porque sao poucas as pessoas que reconheco nestas fotos paciencia.
e o preco que temos que pagar por estar tao distantes da nossa terra.
um muito obrigada pelos autores deste belo trabalho.

euroluso disse...

Longe dos olhos, perto do coração. Como é bonito esse amor ao berço!

Eduardo Alves disse...

Que maravilha! Que andores tao lindos. Parabens ao Emilio e esposa. Desde ja um muito obrigado. felicidades. um. Abrasso

herminio guedes disse...

ola amigos de travancas ,ja fazia 8 anos que nao passava o mes de agosto na terra e nao assistia a festa do senhor dos aflitos .foi uma festa como nao assistia ha muito tenpo gostei .,e por isso tenho que agradecer a comiçao de festas obrigado e ate breve herminio guedes

Anónimo disse...

Adorei a festa do senhor dos aflitos já a muito tempo que o recinto não estava tao cheio!Desde a procissão que este ano teve um andor pequenino nunca tinha visto nesta festa, alguém sabe de quem foi a ideia? Pois foi bem pensado
Obrigado a comissão de festas e um muito obrigado aos mordomos de são Cornelio que pelos comentários que ouvi organizaram tudo e nos três dias de festa trabalharam bastante para esta festa. Esperamos outra festa igual para o ano

Anónimo disse...

grande festa do Srº dos AFLITOS de 2013 graças a quem trabalhou para que isso acontecesse.Parabens aos mordomos de S.Cornélio e das Travancas.e as pessoas que colaboraram o muito obrigado.