domingo, 23 de fevereiro de 2020

Leilão de Domingo Gordo

Chamado leilão de Santo António

No final da missa na igreja paroquial, realizou-se o leilão de Domingo Gordo.


Embora pequeno, sem muitas ofertas para leiloar e com poucos assistentes, vai-se mantendo.



A tradição vem de outros tempos, quando a fé era intensamente vivida e as pessoas acreditavam que Santo António e São Sebastião protegiam os animais.



Em recompensa pela protecção dos santos aos animais, os donos ofereciam partes do fumeiro para leilão, revertendo o dinheiro arrecadado para a igreja.


Em algumas terras o leilão de Domingo Gordo chama-se Leilão de São Sebastião. Em Travancas vingou o costume de lhe chamar Leilão de Santo António.


Porém, não havendo animais de lavoura como antigamente, até quando se vai manter a tradição?





sábado, 8 de fevereiro de 2020

Seja Bem-vindo

Benvido a Trabancas, capital da pataca

Cipreste ornamental, de 3 metros de altura,  plantado em 25 de Novembro de 2019 junto à placa rodoviária que, desde esse dia, dá as boas-vindas a todos que atravessam a raia para vir  a Travancas e ou que passam pela aldeia rumo a outros destinos.






Dia 10 ou 11 de Janeiro de 2020, um fim de semana,  o decorativo cipreste de Florença foi cortado, ficando quase um metro mais baixo. Apesar de cada planta custar acima de 100 € será substituída por outra...  tantas vezes quantas for necessário.
















Déjà vu
Ao longo dos anos, sebes foram cortadas na Roçada e postes de vedação derrubados. Por isso, o corte do bonito cedro, para embelezar a entrada da aldeia, não é nada de novo. 



Não foi um ato isolado; Outra pedra, noutro muro, foi partida e danificado o crucifixo do cruzeiro, agora pregado à coluna para dificultar que seja deitado abaixo, .


Que o Altíssimo tenha compaixão de quem vandaliza em vez de construir.



Alecrins e loendro - nerium olender - ornamentam o espaço bordejado por blocos de cimento.



Bem-vindo a Travancas, capital da batata!




quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Ocaso e alvorada

Nas terras da raia, no estação fria

 
Crepúsculo, a Ocidente
Entardecer na Serra do Larouco  visto de Travancas


Senhor, que és o céu e a terra, que és a vida e a morte! O sol és tu e a lua és tu e o vento és tu. Tu és os nossos corpos e as nossas almas e o nosso amor és tu também. Onde nada está tu habitas e onde tudo está – (o teu templo)  – eis o teu corpo.

 Fernando Pessoa



Do Oriente vem a Luz.
Saindo de Travancas ao raiar o dia


Perante a grandiosa abóboda celeste e sem largar mão do volante, a saudação matinal:

"Salve  ó Leste, de onde provém o sinal do poder profundo, infunde teus raios nas trevas e ilumina minha senda".



segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

80 Primaveras de labuta

Tó, o vizinho que  não pára


Parabéns avozinho
Nesta data querida
Muitas felicidades
Muitos anos de vida


 
O senhor António Ribeiro festejou ontem,  dia 12 de Janeiro, o seu octogésimo aniversário natalício, na companhia de sua esposa, três filhos, noras e netos.




Faltou a benjamim, em viagem pelas antigas Ilhas Molucas,  ricas em especiarias e descobertas há 500 anos por Fernão de Magalhães, navegador transmontano ao serviço de Felipe III, rei de Espanha.




O Tó, como é tratado por amigos e vizinhos, há dois anos festejou as Bodas de Ouro. Graças à boa condição física e a uma vontade obstinada para trabalhar, vai chegar certamente as Bodas de Diamante. Oxalá!




Os netos...



Os filhos...
O Tó, e  Travancas  por extensão,  deu a Chaves um presidente de Câmara Municipal, o Dr. Nuno Vaz Ribeiro. Uma honraria para poucas famílias e localidades.



As noras...
No conjunto, uma bonita família!



As matanças do reco e a pisa das uvas acabaram, tudo tem um ciclo, diz-me. Mas, como o sonho comanda a vida, continua a manobrar com igual perfeição o tractor  e a tratar carinhosamente dos soutos, sua obra prima. Parar é morrer e o Tó, aos oitenta anos, continua um lutador.




domingo, 12 de janeiro de 2020

Primeira feira de 2020

Terceiro Domingo de cada mês

 A feira de Travancas é pequena mas a carrinha da fruta, pertencente a um senhor de São Pedro Velho,  concelho de Mirandela, não falha. Será o rapaz filho dele?


À espera de freguês.
Já fui tarde à feira, era hora de missa.


Fechado negócio?


O castanheiro enxertado, da variedade judia, a 5 €  não é barato porque é dos pequenos. Caros, a 10 €, embora maiores, são os enxertos do viveiro de  Vila Verde da Raia.




Para que serve a peça de alumínio marcada com X vermelho? Útil para quem  faz criação de aves, serve para cortar o pescoço à galinha!


Em Fevereiro haverá  de novo feira.




terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Os nossos Reis Magos

Dia de Reis no Lar da Terceira Idade
 


Um rei e duas rainhas!







 


A feminização dos utentes do Lar  é notória. Muitas senhoras e meia dúzia de homens. 

















Convidados pelo senhor padre Delmino, na missa de Domingo,  alguns vizinhos  deslocaram-se ao  Lar da Paróquia onde, dialogando com utentes, desempenharam importante função de relações públicas.









É chegado o momento  de se cantarem os reis.














4






Solidariedade
Hoje por eles, amanhã por nós








Lanche de Dia de Reis













Feliz Dia de Reis